A Assembleia Legislativa aprovou em segunda votação, na última quarta-feira (21), o projeto de lei nº 375 que inclui no Calendário Oficial de Eventos do Estado a Romaria de Nossa Senhora da Salete. A data deverá ser comemorada anualmente na última semana de setembro, no município de Caldas Novas.

Autor do projeto de  lei, o deputado estadual Marquinho Palmerston (PSDB), representante de Caldas Novas na Assembleia Legislativa, afirmou que a proposta foi um reconhecimento do evento religioso, que ” se transformou numa grande manifestação de fé dos cristãos católicos de Caldas Novas e de cidades vizinhas de Goiás e também de outros estados”.

Uma das manifestações da romaria é a procissão em louvor a Nossa Senhora de Salete, que percorre cinco quilômetros e reúne milhares de fiéis que caminham à pé até o Santuário. “É uma forte demonstração religiosa, de fé e também de tradição cultural que deve ser reconhecida e valorizada”, destaca o parlamentar.

O Reitor do Santuário Diocesano da Nossa Senhora de Salete, Padre Daniel Aguirre, comemorou a aprovação do projeto. “Essa lei chega numa boa hora porque o Santuário está concluindo as obras para a inauguração da igreja e isso soma ainda mais para termos um trabalho cada vez mais satisfatório para receber todos os fiéis”, declara.

Segundo o Padre, essa era uma demanda antiga do bispo e de toda comunidade. “Porém ninguém nunca tinha apostado no projeto. O deputado Marquinho gentilmente acreditou e apresentou a proposta, que agora foi aprovada”, diz.

Ele explica que, com a inclusão no calendário oficial do Estado, a Romaria poderá conseguir, por meio de projetos e do poder público, mais recursos para viabilizar uma festa cada vez melhor para acolher a todos. “Com essa nova lei, o Santuário da Nossa de Salete e Caldas Novas vão entrar definitivamente no roteiro religioso e fé de Goiás, atraindo cada vez mais turistas para a nossa cidade”, enfatiza.

Com a lei que foi aprovada, o reitor acredita que o Santuário “vai ganhar mais peso junto às instituições”, tornando-se mais conhecido e, com isso, receba cada vez mais incentivos e obras de infraestrutura que vão beneficiar toda a região.

O projeto agora segue para a sanção do governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB).